O nascimento do Victor

com PGD (Preimplantation Genetic Diagnosis) ou Diagnóstico Genético Pré-Implantacional, que permite identificar os embriões portadores de desordens genéticas e transferir para o útero materno apenas os embriões saudáveis. Procuramos uma clínica especializada neste procedimento e encontramos o Dr. Roberto. Ele e toda a equipe da clínica Fertipraxis foram muito atenciosos e nos auxiliaram ao longo deste processo de forma muito eficiente. Antes mesmo da realizarmos a transferência partimos em buscar por um obstetra. Não gostava de nenhum, até que eu pedi uma referência ao Dr Roberto que me indicou a Dra Carolina. Marquei a consulta, mas antes da consulta fui pesquisar no google e encontrei o site dela. Após ler os depoimentos fiquei impressionada. No momento da Consulta tive certeza que ela seria a escolhida! Ela me pediu para que eu falasse com ela como eu falaria com um clinico geral, porque ela queria analisar o quadro todo. Ela superou todas as expectativas no primeiro encontro! Uma médica extremamente competente e muito humana também!

Logo depois realizamos a transferência dos embriões e conseguimos engravidar na primeira tentativa! Sucesso!

Com o meu problema renal, minha gravidez seria monitorada de perto tanto pelo nefrologista quanto pela obstetra. Segui todas as recomendações certinhas ao pé da letra e tive uma gravidez muito tranquila até o final! As pessoas que me encontravam ficavam todas muito impressionadas com como eu estava bem! Trabalhei e fiz aula de pilates até o dia anterior ao parto de tão bem-disposta que eu estava.

Trabalhamos ao longo da gestação para um parto normal (que sempre foi meu desejo) !! A medida que se aproximava da data possível do nascimento do Victor, conversávamos bastante sobre trabalho de parto e como identificá-lo. A abundância de informações me deixou muito tranquila! A Dra Carolina me indicou uma ótima fisioterapeuta de parto (Cintia Porto) que me passou vários exercícios, também acompanhei com uma excelente nutricionista indicada (que me acompanha até hoje).

Estava com 39 semanas e 4 dias quando comecei a sentir o que primeiro, achei que fossem só “coliquinhas” que não me deixavam dormir. Tentei cronometrar o intervalo entre elas e acabei dormindo novamente. No dia seguinte de manhã levantei da cama e fui começar o dia às seis da manhã. Essas cólicas continuaram e eu resolvi falar com a Dra Carolina. Ela me tranquilizou, disse para eu tentar relaxar, cronometrar os intervalos entre as contrações, e assim que ficasse estável pediu para eu avisar para ela. Nada daquela dor horrorosa que a gente vê nos filmes ou nas novelas – uma cólica que me fazia parar, respirar e continuar o que eu estava fazendo antes. Meu marido foi ao trabalho e eu avisei ao meu chefe que iria trabalhar de casa naquele dia – mal sabia eu que nem duraria até o final da manhã.

Fui comer, tomei banho, me arrumei, minha sogra ficou comigo e Dra Carolina me ligava e mandava msg sempre me monitorando. As Coliquinhas foram aumentando. Fui olhar no relógio e ver a duração e intervalo das contrações. Percebi que elas estavam ritmadas e com pouco intervalo. Enfim o parto chegou chegando. Falei com a Dra Carolina e ela me pediu que fosse com tranquilidade para a maternidade, que ela me encontraria lá. Esperei meu marido chegar e fui.

Chegamos na Perinatal por volta de duas horas da tarde, já com uma dor alucinante. A obstetra de plantão me examinou e confirmou que meu colo do útero estava com 7 cm de dilatação.  Ligaram para a Dra Carolina e avisaram que eu estava sendo encaminhada para a sala de parto. Chegando lá a Dra Alessandra (uma fofa!) nos deu as primeiras orientações e logo depois a Dra Carolina chegou.

O trabalho de parto fluiu muito rápido e logo já estava com 9 cm de dilatação e minha bolsa estourou. Então finalmente o anestesista chegou e aplicou a milagrosa analgesia! No momento da aplicação da anestesia eu tinha que ficar parada para o anestesista fazer a aplicação, mas as contrações vinham forte e tinha medo de me mexer. Então a Carol me deu a mão, me olhou nos olhos e disse que estava ali comigo, disse para eu apertar a mão dela a vontade! Com o apoio dela conseguimos e finalmente voltei a rir e fazer piadas! O clima era de tanta calma que o meu marido chegou até a dizer que esse parto estava muito monótono! Até que chegamos no período expulsivo! Eu Comecei a fazer força a cada contração e a Dra Carolina e sua equipe médica me dando apoio e dizendo que faltava pouco! Fiz bastante força, como orientada, e as 17:37 nasceu o Victor! Ele veio direto para o meu colo, Lindo! Estava super saudável (apgar 9-10) e chorando bastante! Mesmo assim eu olhei pra Dra Carolina e perguntei se ele estava bem e ela sorriu e disse que ele estava ótimo! Nesse momento eu respirei relaxada! Foi maravilhoso!

Dra Carolina Muito obrigada pela paciência e pelo apoio incansável, mesmo depois do parto quando seguraram o Victor no berçário se não fosse pela sua ajuda acho que não teriam liberado ele para me encontrar no quarto até hoje!

Algumas pessoas sentem falta da barriga de gravida depois do parto, eu senti falta das consultas semanais com a Dra Carolina! Mal posso aguardar até a próxima gravidez!

Acompanhe nas redes sociais

 

Informações de Contato

Barra da Tijuca
Avenida das Américas, 4666 salas 312/313
Centro Médico Barrashopping
Rio de Janeiro / RJ

Leblon
Av. Ataulfo de Paiva, 135 - Sala 1414
Ed. Cidade Leblon
Rio de Janeiro / RJ

Campos de Goytacazes/RJ
Dra. Joyce Barreto
Rua Saldanha Marinho, 458 - sala 1215
Ed. Connect

 

Barra da Tijuca