Vamos tentar falar sobre o que é a maternidade. Apesar de ser difícil para mim como homem falar sobre esse tema, vamos conversar um pouquinho de uma maneira muito tímida sobre essa coisa ampla, impalpável e intangível que é a maternidade

Quando nós procuramos as definições da palavra mãe em dicionários, iremos sempre encontrar a palavra mãe ligada à figura feminina que deu à luz a uma ou mais crianças, está sempre ligada a essa função natural de cuidar do outro de uma maneira abnegada, de uma maneira amorosa e carinhosa.   

Com o passar das décadas, nós observamos também que muitas coisas se modificaram na sociedade. Então hoje, nós temos vários modelos de família, com funções que antes eram exclusivamente atribuídas às mulheres e aos homens e que hoje já não são mais.  É muito comum se observar homens que cuidam de crianças e ajudam em casa, não é? Colaborando, fazendo comida, ajudando nos deveres de casa, levando o filho para a prática de esportes ou para a escola. E da mesma maneira, vemos mulheres que desempenham, além de suas funções naturais femininas, neste caso funções maternas, também desempenhando funções que antes eram exclusivamente masculinas.  

Também, além disso, outros modelos familiares foram surgindo de modo que não apenas a mãe biológica, essa sim, com toda uma natureza espontânea que surge e aflora com a maternidade, mas também outros modelos que foram mostrando que todo mundo pode ser um pouquinho mãe também. 

Sou um médico ginecologista e especialista em reprodução, mas tenho três filhos, e a vida inteira me vi ali dedicado também a essa função diária que não acaba nunca, né? 

Veja mais em: https://fertipraxis.com.br/dia-das-maes-a-fertilidade-em-cada-etapa-da-vida/